19/07/2014

Palestra sobre EDUCAÇÃO SEXUAL



Hoje começa esse maravilhoso curso
Um curso modulado que vai enriquecer seu curriculum nos processos seletivos e concursos, além de trazer conhecimento para atuar na área de sexualidade na adolescência, abordando com capacidade assuntos como gravidez na adolescência, planejamento familiar, sexualidade precoce, aborto, DST's entre outros assuntos que um bom profissional deve saber para fazer a diferença.
Início às 14:00h
Curso completo valor único
Inscrições podem ser feitas na hora!
 







http://pt.slideshare.net/profkatiaqueiroz/2sexualidadenaescolacorrigido-110527053902phpapp02







Slides sobre Botânica

Metabolismo energético

Alunos do Primeiro ano Super turma Contemporâneo.


Slides da Aula.

Forte abraço!!!!http://pt.slideshare.net/profkatiaqueiroz/metabolismo-energtico

15/07/2014

Novo exame de sangue 'pode prever Alzheimer

tualizado em  8 de julho, 2014 - 07:05 (Brasília) 10:05 GMT

alzheimer | Thinkstock
Sintomas do Alzheimer aparecem apenas 10 anos após surgimento da doença
Cientistas britânicos acreditam ter dado um passo importante nas pesquisas sobre o Alzheimer ao criarem um novo exame de sangue que pode prever as chances de uma pessoa desenvolver a doença.
O estudo realizado com mais de mil pessoas identificou um conjunto de proteínas no sangue que pode antever o surgimento da demência com 87% de precisão.
Os resultados do trabalho, publicado na revista científica Alzheimer's & Dementia, serão usados para aprimorar os testes com novos medicamentos para a doença, que afeta 44 milhões de pessoas em todo o mundo.
O Alzheimer é uma doença degenerativa cujo primeiro sintoma é a perda da memória. Com o avançar do problema, pacientes também podem manifestar comportamento agressivo, irritabilidade, confusão mental, entre outros.
Os especialistas alertam que ainda não há previsão para que o exame esteja disponível em clínicas ou hospitais da Grã-Bretanha.
As pesquisas sobre tratamentos para o Alzheimer têm sido marcadas por fracassos. Entre 2002 e 2012, 99,6% dos experimentos feitos com objetivo de prevenir ou reverter a doença não levaram a nada.
Os médicos acreditam que as tentativas mal sucedidas se devem ao fato de que os pacientes começam a ser tratados tarde demais, já que os primeiros sintomas só aparecem uma década depois do início da doença.
Por isso, o maior objetivo das pesquisas atuais deste campo é identificar a demência em seu estágio inicial.

Exame de sangue

Os pesquisadores investigaram diferenças no sangue de 452 pessoas saudáveis, 220 com danos cognitivos moderados e 476 com Alzheimer.
Eles puderam confirmar com 87% de precisão quantos pacientes com danos cerebrais moderados desenvolveriam Alzheimer no ano seguinte.
"Nós queremos poder identificar o quanto antes as pessoas que vão precisar de fazer exames mais aprofundados num futuro próximo," disse líder da pesquisa, Simon Lovestone, da Universidade de of Oxford.
"Como não há tratamento, muitas pessoas podem questionar o valor de um exame de sangue. Mas as pessoas vêm ao consultório saber o que está acontecendo com elas e atualmente eu não posso dizer", aifrmou Lovestone.
Ian Pike, médico da Proteome Sciences, companhia que faz pesquisas na área farmacêutica, considera que o exame de sangue é "um grande passo" nas pesquisas sobre a demência.
"Ainda vai levar tempo e mais testes com pacientes para termos certeza de que esses exames podem ser usados rotineiramente. Mas este processo pode ser iniciado agora", afirmou.
É improvável que o teste possa ser feito isoladamente no caso de estar disponível em clínicas no futuro. Um resultado positivo teria de ser corroborado com tomografias cerebrais e testes de fluidos da coluna vertebral.
No início do ano, pesquisadores americanos anunciaram um exame de sangue capaz de prever o aparecimento de Alzheimer em pessoas saudáveis com até três anos de antecedência.

BBC

Exercício de Genética molecular

01. (UNESP) A Histona H4 é uma proteína presente nas células dos eucariotos. Essa proteína participa da compactação do DNA em cromossomos, quando da divisão celular. Em termos evolutivos, são bastante conservadas, ou seja, nos mais diferentes organismos a Histona H4 tem praticamente a mesma composição e sequência de aminoácidos. As Histonas H4 do boi e da ervilha, por exemplo, diferem em apenas dois de seus 102 aminoácidos. A partir do exposto, e considerando que o código genético é degenerado (mais de uma trinca de bases pode codificar para o mesmo aminoácido), é correto afirmar que, no boi e na ervilha, os segmentos de DNA que codificam a Histona H4:
a) Diferem entre si em apenas duas trincas de pares de bases.
b) Diferem entre si em dois genes.
c) Diferem entre si por duas mutações que modificaram a composição de pares de bases em dois pontos ao longo do gene.
d) Podem diferir entre si em vários pontos ao longo do gene.
e) Transcrevem RNAm que diferem entre si em duas de suas bases.
02. (UEPG) Com relação às biomoléculas de DNA e RNA, assinale o que for correto.
I   II
0  0 – O RNA mensageiro carreia a informação do gene, na forma de RNA mensageiro, para os ribossomos, onde a informação é traduzida em proteína.
1  1 – O DNA tem funções de hereditariedade e armazenamento das informações genéticas.
2 2 -O DNA é constituído por duas fitas de nucleotídeos e as ligações do tipo pontes de hidrogênio mantêm as duas fitas de DNA unidas.
3  3 – O DNA é uma fita simples e possui adenina, citosina, guanina e uracila.
4  4 – O RNA transportador ou de transferência auxilia no transporte dos hormônios durante a secreção.
03. (UFU) Em meados do século XX, a estrutura da molécula de DNA (ácido desoxirribonucleico) foi desvendada pelos cientistas James Watson e Francis Crick. A dupla hélice do DNA, proposta por esses cientistas, ganhou um significado cultural que marca o avanço da ciência e da tecnologia nas sociedades na segunda metade do século XX. Segundo esse modelo, a molécula de DNA é constituída por duas cadeias paralelas de nucleotídeos unidas em sequência e dispostas no espaço helicoidalmente. A molécula de DNA foi comparada a uma escada de cordas torcidas, em que as moléculas de desoxirribose e fosfatos, unidas alternadamente, formariam os corrimões e as suas bases nitrogenadas, ligadas por pontes de hidrogênio, constituiriam os seus degraus. Os estudos sobre moléculas de DNA permitem definir a quantidade de suas unidades constituintes. Supondo que uma molécula de DNA seja constituída de 2800 nucleotídeos, e que 15% desses nucleotídeos são de citosina, qual a quantidade dos quatro tipos de nucleotídeos nessa molécula?
a) 420 de citosina; 420 de adenina; 980 de guanina e 980 de timina.
b) 980 de citosina; 980 de guanina; 420 de timina e 420 de adenina.
c) 420 de citosina; 420 de guanina; 980 de timina e 980 de adenina.
d) 980 de citosina; 420 de adenina; 980 de guanina e 420 de timina.
04. (IFCE) Considere um segmento de DNA com a seguinte sequência de nucleotídeos:
GCA GGA TTG TGT
Sabendo-se que os códons CCU, ACA, AAC e CGU do RNA mensageiro codificam, respectivamente, os aminoácidos prolina, treonina, asparagina e arginina, a sequência de aminoácidos correspondente ao segmento de DNA apresentado é:
a) Arginina – prolina – asparagina – treonina.
b) Asparagina – treonina – prolina – arginina.
c) Prolina – arginina – treonina – asparagina.
d) Treonina – asparagina – arginina – prolina.
e) Arginina – asparagina – prolina – treonina.
05. (UFG) O uso abusivo de antibióticos seleciona bactérias que possuem genes de resistência que podem ser repassados para outras bactérias, por meio de processos de recombinação genética. Um desses processos é a transdução, que envolve:
a) A transferência de moléculas de DNA entre bactérias via bacteriófago.
b) A absorção pelas bactérias de moléculas de DNA do ambiente.
c) A passagem de moléculas de DNA entre bactérias via pili sexual.
d) A duplicação do DNA e a divisão da bactéria em duas novas células idênticas.
e) O armazenamento da molécula de DNA em estruturas conhecidas como endósporos.
06. (IFMG) Recentemente, a Alemanha vem enfrentando um surto de infecção causada por uma bactéria, a Escherichia coli. Essa bactéria é encontrada normalmente no intestino humano, porém a cepa causadora da infecção é resultado de uma mutação genética. Sobre mutações, pode-se afirmar, exceto:
a) São consideradas um fator evolutivo.
b) Podem ser induzidas por agentes físicos e químicos.
c) Sempre ocasionam uma alteração na proteína codificada.
d) São muitas vezes geradas por erros na duplicação do DNA.
07. (CEFET-MG) Sobre os genes, é correto afirmar que são:
a) Haploides nas células da pele.
b) Encontrados nos cromossomos.
c) Armazenados no complexo de Golgi.
d) Duplicados durante a divisão celular.
e) Responsáveis pelo transporte de aminoácidos.
08. (PUC-MG) Em 1949, Erwin Chargaff determinou a quantidade de cada tipo de base do DNA de diferentes espécies. Obtendo resultados como os mostrados na tabela abaixo, ele concluiu, a despeito da pequena variação nos resultados, a quantidade A=T e G=C no DNA celular. A isso se denominou Regra de Chargaff. Esses resultados contribuíram para que Watson e Crick determinassem a estrutura molecular do DNA publicada em 25 de abril de 1953 na revista científica Nature.
PROPORÇÕES RELATIVAS (%) DE BASES NITROGENADAS DO DNA DE DIFERENTES
ESPÉCIES
ORGANISMO
A
T
G
C
Homem
30.3
30.1
19.9
19.8
Galinha
27.3
27.2
23.4
22.9
Gafanhoto
29.3
29.3
20.5
20.7
Ouriço-do-mar
32.8
33.2
17.4
17.1
Trigo
27.3
27.1
22.7
22.8
Levedura
32.6
33.1
17,2
17.3
Bactéria
24.7
23.6
26.0
25.7
Analisando-se os dados e considerando-se que as proporções relativas de bases nitrogenadas A+T/C+G não variam significativamente dentro da mesma espécie, é correto afirmar que, exceto:
a) A quantidade A=T e G=C na mesma espécie ocorre pelo fato de o DNA ser composto por duas fitas complementares, onde A pareia com T e C pareia com G.
b) De acordo com a regra de Chargaff, se um organismo celular tem 35% de Timina em seu DNA, ele deve apresentar 15% de Guanina.
c) A levedura e o ouriço-do-mar apresentam maior grau de homologia na sequência do seu DNA, indicando maior parentesco evolutivo do que homem e galinha.
d) Se a análise de Chargaff tivesse sido realizada com o RNA celular, não seria de se esperar as mesmas proporções de A=U e C=G.
09. (UDESC) Assinale a alternativa correta quanto aos ácidos nucleicos.
a) A duplicação do DNA é conservativa, pois as moléculas filhas são formadas por dois filamentos antigos provenientes do DNA original.
b) Na classificação do ácido nucleico DNA são encontradas as bases nitrogenadas: citosina, adenina, guanina e uracila.
c) Os ácidos nucleicos são formadores dos genes pela sequência de várias unidades de nucleotídeos.
d) Na classificação do ácido nucleico RNA são encontradas as bases nitrogenadas: citosina, adenina, guanina e timina.
e) O DNA comanda as características de um organismo, por meio da tradução que ocorre no núcleo e da transcrição que ocorre nos ribossomos situados no citoplasma da célula.
10. (PUC-RS) O prêmio Nobel de Química de 2009 foi conferido a três pesquisadores que descreveram o mecanismo de funcionamento dos ribossomos nas células. Considerando os componentes envolvidos no processo de síntese proteica apresentado na figura abaixo, identifique os itens numerados.
10
 A identificação correta é:

1
2
3
4
a
mRNA
Ribossomo
tRNA
Proteína
b
tRNA
Ribossomo
mRNA
Proteína
c
Proteína
tRNA
Ribossomo
mRNA
d
mRNA
tRNA
Ribossomo
Proteína
e
Proteína
Ribossomo
tRNA
mRNA
11. (UFTM)
O conhecimento que agora se acumula rapidamente sobre os ribossomos está alimentando a esperança de que sejam encontrados antibióticos mais eficientes que os atuais. Muitos antibióticos agem sobre ribossomos, paralisando a produção de proteínas vitais, mas as bactérias têm oferecido uma crescente resistência à ação desses medicamentos.
O organismo humano é formado por aproximadamente 1014, o número 1 seguido de 14 zeros, células. Cada célula – as do fígado, por exemplo – pode conter 6 milhões de ribossomos, que produzem proteínas de modo contínuo e preciso.
Uma bactéria pode conter cerca de 100 mil ribossomos em incessante funcionamento. Os antibióticos se infiltram nos ribossomos das bactérias e não nos do organismo humano por causa de sutis diferenças nas estruturas desses componentes celulares. As moléculas dos antibióticos são bem menores que os ribossomos, mas podem entupir os túneis dos ribossomos e impedir a produção de proteínas, essenciais à manutenção dos seres vivos.
                                            (Pesquisa Fapesp, 21.01.11. Adaptado.)
De acordo com o texto e os conhecimentos sobre o assunto, pode-se afirmar que:
a) Os antibióticos trazem benefícios somente aos seres humanos, pois são os únicos animais que possuem ribossomos.
b) Os ribossomos das bactérias, assim como os dos vírus, realizam a transcrição de moléculas de RNA mensageiro para produzir proteínas.
c) O número de ribossomos é o mesmo entre diferentes células do mesmo organismo, e isso pode ser um dado importante para a classificação dos seres vivos.
d) Os antibióticos induzem a formação de ribossomos resistentes, deixando as bactérias resistentes, dificultando a cura de doenças bacterianas.
e) Se os ribossomos humanos fossem iguais aos das bactérias, os antibióticos não poderiam utilizar como “alvo” essas organelas.
12. (UERJ) Observe a sequência de bases nitrogenadas que compõem a porção inicial de um RNA mensageiro transcrito em uma determinada proteína de uma célula eucariota:
AUGGCUAAAUUAGAC……….
Nessa proteína, o aminoácido introduzido pelo códon iniciador foi removido durante o processo de síntese. Admita que uma mutação tenha atingido o códon correspondente ao aminoácido número 3 da estrutura primária desse polipeptídeo, acarretando a troca de uma base A, na célula original, pela base U, na célula mutante. A tabela abaixo permite a identificação dos códons dos aminoácidos encontrados tanto na proteína original como na mutante, codificados pelo trecho inicial desse RNA mensageiro:
AMINOÁCIDO
CÓDONS
Alanina GCU, GCC, GCA, GCG
Arginina CGU, CGC, CGA, CGG, AGA, AGG
Aspártico GAU, GAC
Fenilalanina UUU, UUC
Leucina UUA, UUG, CUU, CUC, CUA, CUG
Lisina AAA, AAG
Metionina e códon de iniciação  AUG
Serina UCU, UCC, UCA, UCG, AGU, AGC
Tirosina UAU, UAC
Triptofano UGG
Agora, a estrutura primária da proteína mutante tem como terceiro aminoácido:
a) Tirosina.
b) Leucina.
c) Triptofano.
d) Fenilalanina.
13. Sabe-se que o homem possui em torno de 30.000 genes, que, entre outras funções, codificam proteínas. Considerando-se essa informação e conhecimento sobre o assunto, é correto afirmar que:
a) O genótipo das células do tecido nervoso é diferente do genótipo das células do tecido epitelial.
b) O número total de genes, após a diferenciação e a especialização das células, reduz-se.
c) Os genes cuja atividade não é necessária ao funcionamento de uma célula perdem a capacidade de duplicação.
d) Os genes responsáveis pelo sistema sanguíneo ABO estão presentes nas células epiteliais, mas são incapazes de se expressar.
14. (UFV) Observe a biomolécula esquematizada abaixo e suas subunidades indicadas (I, II, III, IV e V). Considere que a subunidade V é uma Purina que se liga à outra base por uma dupla ligação.
14
Com base no esquema, assinale a afirmativa correta:
a) A timina nucleosídeo monofosfato é formada pelas subunidades III, IV e V.
b) As subunidades III, IV e V fazem parte da molécula de ácido desoxirribonucleico.
c) As reações endergônicas utilizam moléculas formadas pelas subunidades I, II, III, IV e V.
d) No “modelo de escada” para a molécula de DNA, a subunidade V representa o corrimão.
15. Alcaptonúria, fenilcetonúria e albinismo tipo 1 são doenças resultantes de alterações no metabolismo chamadas erros inatos do metabolismo porque:
a) São doenças genéticas em que o portador já nasce com o fenótipo alterado.
b) Não são doenças genéticas, mas derivadas da ausência de enzimas metabólicas.
c) São doenças genéticas derivadas da ausência de enzimas metabólicas.
d) As pessoas portadoras dessas doenças nascem com o fenótipo alterado, mas a causa pode ser genética ou não.
16. A sequência de bases nitrogenadas do DNA à qual se liga a RNA polimerase, para iniciar a síntese de RNA, é chamada de:
a) Anticódon.
b) Códon.
c) Região promotora.
d) Sequência de término de transcrição.
17. Em que evidência Avery e seus colaboradores se basearam para concluir que a substância responsável pela transformação bacteriana era o DNA?
a) As bactérias transformadas passaram a apresentar DNA em sua constituição.
b) O extrato bacteriano perde seu poder transformante quando aquecido.
c) O extrato bacteriano perde seu poder transformante quando tratado com DNase.
d) O fato de o fósforo radioativo presente no extrato ser detectado nas bactérias transformadas.
18. O RNA transportador é sintetizado:
a) No cromossomo, tendo como modelo o DNA.
b) No cromossomo, tendo como modelo proteínas.
c) No ribossomo, tendo como modelo o RNAr.
d) No nucléolo, tendo modelo o RNAm.
19. A síntese de um polipeptídeo tem início na:
a) Primeira trinca de bases de uma molécula de RNA mensageiro seja ela qual for.
b) Primeira trinca AUG de molécula de RNA mensageiro, a qual codifica o aminoácido metionina.
c) Região promotora da molécula de RNA ribossômico.
d) Trinca de bases imediatamente seguinte a um anticódon qualquer.
20. Um polirribossomo é um conjunto de ribossomos:
a) Associados ao segmento de DNA responsável pela síntese de RNAr.
b) Deslocando-se sobre um RNA mensageiro, cada um deles produzindo uma cadeia polipeptídica.
c) Dispostos em sequência sobre um RNA mensageiro, todos contribuindo para produzir a mesma cadeia polipeptídica.
d) Associados a diversas moléculas de RNA mensageiro.
21. (UFMG) Curva de crescimento de um mutante de Neurospora em diferentes concentrações de vitamina B6.
21
Esta curva foi obtida por Beadle e Tatum quando estudaram o crescimento de um mutante de Neurospora, incapaz de sintetizar a vitamina B6. Diferentes concentrações dessa vitamina foram adicionadas à cultura, e a taxa de crescimento foi avaliada. Sabendo-se que o teor de vitamina B6 foi o único fator variável no experimento, a observação do gráfico nos permite fazer as afirmações seguintes, exceto uma:
a) Há uma correlação positiva entre o crescimento do mutante e a concentração de vitamina B6 no meio de cultura.
b) A vitamina B6 é um componente essencial ao metabolismo da Neurospora.
c) Nas concentrações de vitamina B6 de 0,015 a 0,12 micrograma por 25 cm3 de nutriente, a cultura apresenta um índice de crescimento mais acelerado.
d) O maior aumento da taxa de crescimento se verifica entre as concentrações de 0,25 e 1,0 microgramas por 25 cm3.
e) Se for usada a concentração de 2,0 microgramas por 25 cm3, provavelmente não haverá um aumento significativo na taxa de crescimento.
22. (UERJ) Visando estudar a ação do cloranfenicol foi realizada a seguinte experiência: a uma cultura de bactérias adicionou-se uridina marcada com tritium e um aminoácido marcado com C14, sendo medida a incorporação de radioatividade, respectivamente, em ácidos nucleicos e proteínas, como mostrado no gráfico abaixo. No instante assinalado pela seta acrescentou-se cloranfenicol à cultura.
22
Como você interpretaria o gráfico acima, usando seus conhecimentos de Biologia Molecular?
a) O cloranfenicol inibe a síntese de RNA.
b) O cloranfenicol não interfere na síntese de RNA, mas inibe a síntese de proteínas.
c) O cloranfenicol não afeta a biossíntese de proteínas e de RNA, mas acarreta a morte bacteriana, por conduzir à formação de proteínas anômalas, que são tóxicas para a célula.
d) O cloranfenicol aumenta a velocidade da biossíntese de proteínas.
e) Todas as hipóteses acima formuladas estão incorretas.
23. (COVEST) No esquema abaixo, os números 1, 2 e 3 substituem, respectivamente:
23
a) Repressão gênica, transcrição, replicação.
b) Replicação, tradução, transcrição.
c) Amplificação gênica, repressão, tradução.
d) Replicação, transcrição, tradução.
e) Transcrição, replicação, tradução.
24. Responda esta questão com base no esquema abaixo, no qual I e II representam duas cadeias de ácidos nucleicos e as letras A, G, C, T e U, representam, respectivamente, adenina, guanina, citosina, timina e uracil.
24
a) I e II são duas cadeias polinucleotídicas de uma molécula de ácido ribonucleico.
b) I e II são duas moléculas de ácido ribonucleico.
c) I é uma cadeia de ácido ribonucleico e II uma cadeia de ácido desoxirribonucleico.
d) I e II são duas cadeias polinucleotídicas de uma molécula de ácido desoxirribonucleico.
e) I é uma cadeia de ácido desoxirribonucleico e II uma cadeia de ácido ribonucleico.
25. (UFJF) Responda esta questão com base na figura abaixo:
25
A = adenina; C = citosina; G = guanina; T = timina; U = uracil.
Os números 1 e 2 correspondem a:
a) 1 – molécula de DNA e 2 – molécula de RNA.
b) 1 – código genético e 2 – DNA replicado.
c) 2 – síntese de DNA e 1 – síntese de RNA.
d) 1 – síntese de DNA e 2 – síntese de RNA.
e) 1 e 2 – separação e duplicação da molécula, respectivamente, originando  duas réplicas  do original.
26. (VUNESP) O diagrama ilustra uma fase da síntese de proteínas.
26
Os algarismos I, II, III e IV correspondem, respectivamente, a:
a) ribossomo, códon, RNAm e RNAt.
b) RNAt, RNAm, ribossomo e códon.
c) RNAt, RNAm, ribossomo e anticódon.
d) RNAm, RNAt, ribossomo e códon.
e) RNAm, RNAt, ribossomo e anticódon.
27. (UNESP) Na célula eucarionte estabelecem-se trocas, entre núcleo e citoplasma, de substâncias que, sintetizadas em um desses compartimentos, migram para o outro, a fim de atender as suas necessidades. O esquema apresenta algumas dessas substâncias. Assinale a resposta que dá a direção correta de migração das mesmas.
27
a) A, D, F, G.
b) B, D, F, G.
c) B, D, F, H.
d) A, D, E, G.
e) A, D, F, H.
28. (FMIT-MG) Se os nucleotídeos do filamento 1 do esquema abaixo têm uma base púrica e os do filamento 2 tanto podem ser encontrados no RNA como no DNA, podemos afirmar que as bases nitrogenadas do filamento 2 podem ser:
28
a) Citosina e citosina.
b) Guanina e guanina.
c) Duas timinas ou duas citosinas.
d) Duas adeninas ou duas guaninas.
e) Impossível determinar.
29. (UFMG) Observe a sequência de bases nitrogenadas.
29
Todas as alternativas abaixo são corretas quanto à sequência, exceto:
a) A introdução de uma adenina (A) entre as trincas indicadas por 2 e 3 pode alterar toda a transcrição a partir deste ponto.
b) A mutação da terceira base na trinca indicada por 9 pode traduzir um aminoácido diferente.
c) A troca da primeira base, em quaisquer das trincas indicadas, pode resultar na troca do aminoácido respectivo na proteína.
d) A trinca indicada por 5 transcreve um códon CGA, o qual é reconhecido pelo anticódon GCU.
e) A sequência pertence a um DNA e pode codificar um polipeptídio contendo, pelo menos, 27 aminoácidos.
30. (COVEST) Considerando que na figura abaixo se tem uma representação plana de um segmento da molécula de DNA, analise as proposições a seguir.
30
1. Um nucleotídeo é formado por um grupo fosfato (I), uma molécula do açúcar desoxirribose (II) e uma molécula de base nitrogenada.
2. Um nucleotídeo com Timina (T) em uma cadeia pareia com um nucleotídeo com Adenina (A) em outra cadeia.
3. Um nucleotídeo com Guanina (G) em uma cadeia pareia com um nucleotídeo com Citosina (C) em outra cadeia.
4. Pontes de hidrogênio se estabelecem entre as bases nitrogenadas T e A e entre as bases nitrogenadas C e G.
Está(ão) correta(s).
a) 1, apenas.
b) 2 e 3, apenas.
c) 1, 2 e 3, apenas.
d) 2, 3 e 4, apenas.
e) 1, 2, 3 e 4.
31. (UECE) A base molecular da vida pode ser contemplada, em seus aspectos primários, no esquema abaixo:
31
Os números 1, 2 e 3 referem-se às substâncias químicas  envolvidas, enquanto os números 4, 5 e 6 indicam setas  que representam o processamento dessas substâncias. Para dar sentido ao esquema, a sequência que apresenta, respectivamente, os números adequados aos termos é:
a) 1 – DNA; 3  – proteína; 5 – tradução.
b) 1 – proteína; 4 – replicação; 6 – tradução.
c) 3 – proteína; 5 – transcrição; 6 – tradução.
d) 4 – RNA; 5 – transcrição; 6 – tradução.
32. (UNESP) O esquema representa alguns passos de uma série de reações metabólicas, onde quatro genes, I, II, III e IV, produzem quatro tipos diferentes de enzimas, 1, 2, 3 e 4, transformando o aminoácido fenilalanina em quatro possíveis substâncias.
32
Um indivíduo tem anomalias na pigmentação do corpo e seu metabolismo é prejudicado pela falta do hormônio da tireoide. O funcionamento das glândulas supra-renais, porém, é normal. De acordo com o esquema, os sintomas que o indivíduo apresenta ocorrem devido às alterações.
a) No gene I, somente.
b) Nos genes I e II, somente.
c) Nos genes I e III, somente.
d) Nos genes II e III, somente.
e) Nos genes III e IV, somente.
33. (UFF) Considere que o esquema abaixo mostra elementos presentes em uma célula bacteriana e que nele estão especificados componentes relacionados com a síntese proteica.
33
Assinale a opção em que as possibilidades estão corretas:
1. Está ocorrendo duplicação do DNA, pois este se encontra fechado.
2. Está ocorrendo transcrição, portanto há formação de RNA.
3. Está ocorrendo tradução, portanto há formação de proteínas.
a) Apenas 1.
b) 2 e 3.
c) 1 e 3.
d) 1, 2 e 3.
e) 1 e 2.
34. (UFMG) Observe o esquema abaixo:
34
Em relação ao esquema, todas as afirmativas estão corretas, exceto:
a) A eliminação de uma adenina em 4 altera toda a sequência de códons a partir desse ponto.
b) A sequência UUU indicada em 3 é denominada códon.
c) A troca de um único nucleotídeo em 3 (UUU → UUA) muda o primeiro aminoácido da sequência.
d) O anticódon que pode reconhecer a sequência indicada em 5 é GCT.
e) Os processos indicados em 1 e 2 denominam-se, respectivamente, transcrição e tradução.
35. (MACK) Um dos tipos de inibição competitiva ocorre com o antibiótico chamado tetraciclina, que age ocupando um dos sítios do ribossomo. Pode-se dizer que esse antibiótico age:
a) Tanto na transcrição, quanto na tradução do código genético.
b) Somente na produção do DNA.
c) Somente na tradução do código genético.
d) Tanto na produção do DNA, quanto na produção de proteínas.
e) Somente na transcrição do código genético.
36. (FUABC-SP) O esquema abaixo resume, parcialmente, as relações funcionais dos ácidos nucleicos ocorrentes nas células em geral.
36
Considerando-se apenas células eucarióticas, as 3 etapas I, II e III, assinaladas no esquema acima, ocorrem:
a) Todas no núcleo.
b) Todas no citoplasma.
c) Respectivamente no núcleo, núcleo e citoplasma.
d) Respectivamente no núcleo, citoplasma e citoplasma.
e) Respectivamente no citoplasma, núcleo e núcleo.
37. (PUCCAMP) Considere o texto abaixo.
“A análise de uma molécula de RNA mensageiro revelou a presença de 1.800 …I… dos quais 300 possuíam uracila como …II… O segmento de DNA que …III… esse RNA deve apresentar, no mínimo, …IV….”
Para completá-lo corretamente, os espaços I, II, III e IV devem ser preenchidos, respectivamente, por
a) Aminoácidos, açúcar, traduziu e 600 timinas.
b) Aminoácidos, açúcar, transcreveu e 600 adeninas.
c) Nucleotídeos, aminoácidos, traduziu e 300 timinas.
d) Nucleotídeos, base nitrogenada, transcreveu e 300 adeninas.
e) Nucleotídeos, base nitrogenada, traduziu e 300 timinas.
38. (FGV-SP) Quando da divisão da célula, a fita de DNA se duplica de modo semiconservativo. A fita dupla hélice se abre e cada um dos filamentos serve de molde para síntese de uma fita complementar. Isso assegura que as células-filhas contenham a mesma informação genética da célula-mãe. Contudo, podem ocorrer erros na incorporação de bases nitrogenadas na fita complementar (mutação). Entre esses erros, podem-se citar:
I. Substituição de uma base nitrogenada por outra.
II. Adição ou deleção de uma base entre duas bases originais da sequência.
Sobre esses dois tipos de mutação, I e II, pode-se afirmar que:
a) A mutação do tipo I provoca sempre a substituição de um aminoácido na proteína codificada pelo gene.
b) A mutação do tipo I provoca a substituição de vários aminoácidos na proteína codificada pelo gene.
c) A mutação do tipo I tem maior potencial para alterar a composição de aminoácidos na proteína codificada pelo gene.
d) A mutação do tipo II altera toda a composição de aminoácidos na proteína codificada pelo gene.
e) A mutação do tipo II tem maior potencial para alterar a composição de aminoácidos na proteína codificada pelo gene.
39. (UFMG) Analise estes gráficos:
39
Considerando-se as informações desses gráficos, é correto afirmar que:
a) Os mRNAs transcritos antes da adição do antibiótico B são traduzidos.
b) A queda da síntese de proteína resulta da inibição da duplicação do DNA.
c) Os dois antibióticos – A e B – atuam sobre o mesmo alvo.
d) O antibiótico A impede a síntese de novas moléculas de mRNA.
40. (UFCE) Sobre os diferentes papéis dos ácidos nucleicos na síntese de proteínas podemos afirmar que:
a) A sequência de bases no DNA determina a sequência de aminoácidos na cadeia polipeptídica.
b) A posição dos aminoácidos na cadeia polipeptídica depende da sequência das bases do RNAt.
c) O transporte dos aminoácidos para o local da síntese é feito pelo RNAm.
d) A sequência de bases do RNAr é transcrita a partir do código do RNAm.
e) A extremidade livre dos diversos RNAt tem sequências de bases diferentes.
41. (CEFET-MG) O esquema abaixo representa um processo bioquímico fundamental para o funcionamento celular.
41
A respeito desse processo, é correto afirmar que:
a) Utiliza o material genético transcrito.
b) Ocorre de forma semi-conservativa.
c) Acontece na ausência dos ribossomos.
d) Produz fosfolipídios de membrana plasmática.
e) Independe da sequência de nucleotídeos do mRNA.
42. (UFMG) Um laboratório recebeu três amostras de DNA para investigar se pertenciam a espécies diferentes. A quantidade e a relação entre as bases das amostras estão apresentadas na tabela a seguir.
AMOSTRAS
BASES NITROGENADAS (%)
RELAÇÕES
MOLARES
A
G
C
T
A/T
G/C
1
30,9
19,9
19,8
29,4
1,05
1,01
2
25,0
24,0
33,0
18,0
1,39
0,73
3
47,3
2,7
2,7
47,3
1,00
1,00
Com base nas informações da tabela acima e em outros conhecimentos sobre o assunto, é incorreto afirmar que:
a) As três amostras são provenientes de diferentes espécies.
b) A amostra 3 possui o mais alto conteúdo de pares de bases A e T.
c) A amostra 2 apresenta DNA de fita simples.
d) As amostras 1 e 3 apresentam alta homologia entre seus DNAs.
43. (UDESC) Na época do experimento de Avery, os genes eram reconhecidos como fatores envolvidos na transmissão das características hereditárias. Por isso, a relação evidenciada pelo experimento, entre DNA e as características herdáveis, suscitava o interesse dos geneticistas em conhecer a estrutura do DNA. O modelo estrutural da molécula de DNA proposto por James Watson e Francis Crick, em 1953, trabalho científico que lhes assegurou o prêmio Nobel, satisfazia às exigências especificadas pelos geneticistas, na época, entre outras razões, porque:
a) O mecanismo de replicação da molécula impedia a preservação das mutações.
b) Os pares de base repetiam-se em sequência, invariavelmente iguais, ao longo da molécula.
c) Cada filamento da dupla hélice seria capaz de orientar a síntese de um filamento complementar.
d) A substância DNA seria constituída por moléculas que sempre apresentavam o mesmo número de pares de nucleotídeos.
e) A variabilidade do material genético, entre as espécies, seria assegurada pelo número de moléculas de DNA.
44. (UFRS) Na década de 1950, foi desenvolvido um experimento onde um dos componentes de um tipo de bacteriófago foi marcado radiativamente com enxofre e outro, com fósforo. Esses bacteriófagos foram utilizados para infectar uma cultura de Escherichia coli. Um dos componentes entrou na bactéria, e o outro foi retirado da parede da mesma, por agitação. A cultura foi, então, imediatamente, centrifugada. O resultado obtido encontra-se ilustrado no esquema a seguir.
Sobre o resultado do experimento, é correto afirmar que:
a) O DNA do bacteriófago marcado com fósforo encontra-se no depósito bacteriano.
b) As proteínas do bacteriófago marcadas com enxofre encontram-se no depósito bacteriano.
c) O DNA do bacteriófago marcado com enxofre encontra-se em suspensão.
d) As proteínas do bacteriófago marcadas com fósforo encontram-se em suspensão.
e) O DNA do bacteriófago marcado com enxofre encontra-se no depósito bacteriano.
45. (UFRS) A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) normalizou, recentemente, a utilização de câmaras de bronzeamento artificial, visando diminuir os riscos dessa prática, tais como lesões na retina, queimaduras, envelhecimento precoce e câncer de pele. Uma mulher que se submeteu a dez sessões intercaladas de bronzeamento, com duração de15 a30 minutos cada uma, apresentou, quatro meses depois, indícios de câncer de pele, uma vez que as radiações UV danificaram seu DNA. Pode-se afirmar que esse tipo de câncer:
a) É herdável, porque provoca alteração do DNA.
b) Não é herdável, porque a mutação resultante é recessiva.
c) É herdável, porque a mutação resultante é dominante.
d) Não é herdável, porque provoca alteração em células somáticas.
e) É herdável, porque provoca alteração em células germinativas.
46. (PUC-SP) “O século XX proporcionou uma série de pesquisas na área genética. Em 1928, Griffith realizou um importante experimento que envolvia transformaçõesem bactérias. Esseexperimento, retomado por Avery e colaboradores, em 1944, foi a base para a descoberta da molécula formadora do material genético. Nos anos 50, Watson e Crick apresentaram o modela da dupla-hélice dessa molécula, abrindo caminho para que, na década seguinte, se demonstrasse como o gene, através de sua sequência de bases nitrogenadas, controla a produção de proteínas. Nas duas últimas décadas, o avanço biotecnológico permitiu aos cientistas a manipulação do material genético e a transferência de um gene de uma espécie para outra.”
Considere os itens abaixo:
I. Estrutura da molécula do DNA.
II. Descoberta do código genético.
III. DNA como molécula constituinte do gene.
IV. Obtenção de organismos transgênicos.
O texto faz referência:
a) Apenas aos itens I, II e III.
b) Apenas aos itens I, II e IV.
c) Apenas aos itens I, III e IV.
d) Apenas aos itens II, III e IV.
e) A todos os itens considerados.
47. (UNIFESP) Considere as cinco afirmações seguintes.
I. Em mamíferos, cromossomos homólogos contêm a mesma sequência linear de genes, sendo exceção a essa regra os cromossomos sexuais X e Y.
II. Toda a informação genética necessária para formar um organismo completo está contida em sequências de timinas, adeninas, citosinas e guaninas arranjadas em diferentes combinações.
III. A informação genética pode ser passada de uma geração para outra, de pais para filhos; porém, não pode ser passada, em um mesmo indivíduo, de uma célula a outra.
IV. Em uma célula eucariótica animal, todas as moléculas de RNA, com exceção do RNA mitocondrial, têm sua origem no núcleo.
V. Numa proteína com 500 aminoácidos, o RNA mensageiro que saiu do núcleo continha 1500 códons, e a sequência que serviu de molde para a transcrição possuía 3000 nucleotídeos.
Estão corretas:
a) I, II e III.
b) I, II e IV.
c) II, III e IV.
d) II, III e V.
e) III, IV e V.
48. (UFRN) Professor Astrogildo combinou com seus alunos visitar uma região onde ocorria extração de minério a céu aberto, com a intenção de mostrar os efeitos ambientais produzidos por aquela atividade. Durante o trajeto, professor Astrogildo ia propondo desafios a partir das situações do dia-a-dia vivenciadas ao longo do passeio. Algumas das questões propostas por professor Astrogildo estão apresentadas a seguir para que você responda. Aproveitando a pergunta de Zeca, o professor esquematizou o processo de síntese proteica, em que os números I, II, III e IV representam moléculas de ácidos nucleicos.
48
A partir do esquema, é correto afirmar que:
a) I corresponde ao RNA que contém o código genético determinando a sequência de aminoácidos da proteína.
b) II corresponde ao RNA que catalisa a união do I com o III, durante o processo de transcrição.
c) III corresponde ao RNA que contém o anticódon complementar ao códon existente em I.
d) IV corresponde ao RNA que catalisa a ligação dos nucleotídeos com a desoxirribose.
49. (UFSCAR) Ao compararmos células somáticas de diferentes tecidos do corpo de uma pessoa, encontraremos:

CONJUNTOS DE CROMOSSOMOS
CONJUNTOS DE MOLÉCULAS DE DNA
CONJUNTOS DE GENES
EM ATIVIDADE
a
Diferentes
Diferentes
Idênticos
b
Diferentes
Idênticos
Diferentes
c
Idênticos
Idênticos
Idênticos
d
Idênticos
Diferentes
Idênticos
e
Idênticos
Idênticos
Diferentes
50. (FGV)As mutações desempenham um papel ambíguo para a vida. São, ao mesmo tempo, responsáveis pela variação existente entre os organismos e são, também, a causa de muitos distúrbios e doenças, como, por exemplo, o câncer. Entre os tipos de mutações existentes, sabe-se que a mutação gênica pode ser caracterizada como sendo uma:
a) Pequena alteração na sequência dos nucleotídeos do DNA, envolvendo um gene.
b) Alteração na ploidia da célula, gerando uma aneuploidia, mas raramente uma euploidia.
c) Mudança na estrutura dos cromossomos, que pode ser uma translocação ou inversão.
d) Pequena alteração envolvendo poucos cromossomos de uma célula germinativa.
e) Alteração nos genes encontrados exclusivamente nas células germinativas.

GABARITO

01
02
03
04
05
06
07
08
09
10
D
VVVFF
C
A
A
C
B
C
C
A
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
E
D
D
C
C
C
C
A
B
B
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
D
B
D
E
A
B
A
A
E
E
31
32
33
34
35
36
37
38
39
40
C
E
B
D
C
C
D
E
A
A
41
42
43
44
45
46
47
48
49
50
A
D
C
A
D
E
B
A
E
A

About these ads

Exercícios sobre herança do sexo

01. (MACK) No heredograma abaixo, os indivíduos marcados são daltônicos.
01
A respeito desse heredograma, é correto afirmar que:
a) 1 é daltônico.
b) Todos os meninos filhos do casal 4X5 serão daltônicos.
c) Se a mulher 6 se casar com um homem normal, todos os seus filhos de sexo masculino serão normais.
d) O casal 4X5 não tem de probabilidade de ter uma filha normal.
e) A mulher 2 é heterozigota para o gene do daltonismo.
02. (UESPI) O daltonismo é uma condição genética que impede a distinção de certas cores. No daltonismo do tipo II, a pessoa vê o “vermelho” como se fosse “verde” e, neste caso, a doença herdada é ligada ao cromossomo X. Considerando que o alelo para o daltonismo comporta-se como recessivo, é correto afirmar que uma mulher portadora do mesmo e filha de uma mãe heterozigótica:
a) Será daltônica, se o pai também for daltônico.
b) Será daltônica, mesmo que o pai não seja daltônico.
c) Terá 50 % de chance de nascer daltônica, caso o pai seja daltônico.
d) Terá 25% de chance de nascer daltônica, caso o pai seja daltônico.
e) Não será daltônica independente do genótipo do pai.
03. (UEPA) Leia o texto abaixo para responder esta questão.
A maior parte dos motoristas pode não notar uma faixa branca no meio de alguns semáforos de São Paulo. Essa medida, implantada pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), faz a diferença quando os condutores dos veículos são daltônicos, ou seja, possuem dificuldades para diferenciar as cores vermelho e verde, podendo sofrer graves acidentes de trânsito.
(Adaptado de http://www.zap.com.br/revista/carros/tag/ daltonico/. Acesso: 09.09.2011)
Quanto à anomalia em destaque no texto, analise as afirmativas:
I. É uma herança recessiva ligada ao cromossomo sexual X.
II. É uma herança dominante ligada ao cromossomo sexual Y.
III. Apresenta uma distinta interpretação genotípica e respectivos fenótipos para o gênero masculino e feminino.
IV. Os homens transmitem o gene dessa anomalia para todos os filhos do gênero masculino.
V. Descendentes de mulheres daltônicas do gênero masculino são todos daltônicos.
De acordo com as afirmativas acima, a alternativa correta é:
a) I, II e IV.
b) I, III e V.
c) II, IV e V.
d) III, IV e V.
e) I, II, III, IV e V.
04. (UNICENTRO) A hemofilia produz nos seres humanos uma incapacidade de produzir um fator necessário para a coagulação sanguínea. Os cortes e feridas dos indivíduos que apresentam esta doença sangram continuamente e, se não forem parados por tratamento terapêutico, podem causar a morte. O caso mais famoso desta doença ocorreu na família imperial russa, no início do século XX.
(SNUSTAD, 2001).
Com relação à hemofilia, é correto afirmar:
a) Sua transmissão hereditária segue o padrão típico de herança autossômica.
b) Sua transmissão hereditária segue o padrão típico de herança ligada ao cromossomo X.
c) Mulheres normais portadoras transmitirão o alelo determinante da hemofilia a todas as suas filhas.
d) Homens hemofílicos serão capazes de gerar filhas sem quaisquer alelos determinantes da doença.
e) Os homens, assim como as mulheres, precisarão possuir dois alelos recessivos para a determinação da doença.
05. (IFMT) Ao estudar determinada herança responsável por certa doença/síndrome, um geneticista esquematizou o heredograma abaixo.
05
Após analisá-lo, marque a alternativa que apresenta, respectivamente, o tipo de herança envolvida e a doença.
a) Autossômica recessiva – síndrome de Turner.
b) Autossômica dominante – Hemofilia A.
c) Recessiva ligada ao sexo – Hemofilia A.
d) Dominante ligada ao sexo – trissomia do 13.
e) Mendeliana – síndrome de Down.
06. (UFERSA) Um alelo mutado ligado ao cromossomo X é letal aos indivíduos do sexo masculino ainda no estágio embrionário. Uma mulher heterozigota para tal alelo terá que porcentagem de descendência adulta portadora desse alelo?
a) 33%.
b) 50%.
c) 67%.
d) 75%.
07. (UEMS) Uma mulher daltônica, cujo irmão mais novo tem visão normal, casou-se com um homem de visão normal. Sabendo-se que o daltonismo é uma herança ligada ao sexo, podemos estabelecer que os genótipos dos envolvidos são respectivamente:
a) XdXd, XdY, XDY.
b) XdXd, XDY, XDY.
c) XDXd, XdY, XdY.
d) XDXd, XdY, XDY.
e) XdXd, XDY, XdY.
08.  (UEMG) O heredograma a seguir apresenta um caso familial de daltonismo, herança determinada por um gene recessivo localizado no cromossomo X.
08
Pela análise das informações contidas no heredograma e de outros conhecimentos que você possui sobre o assunto, só se pode afirmar corretamente que:
a) O indivíduo II.1 tem 50% de chance de apresentar o gene para o caráter.
b) Todas as filhas do indivíduo II.2 serão daltônicas.
c) Qualquer descendente de II.4 receberá o gene para daltonismo.
d) O indivíduo II.2 herdou o gene de qualquer um dos genitores.
09. (UFMS)  Uma mulher de visão normal, cujo pai é daltônico, casou-se com um homem também de visão normal. Lembrando que o daltonismo é uma doença de herança ligada ao sexo feminino, a probabilidade é de que:
a) Um quarto das filhas do casal seja daltônico.
b) Metade dos meninos, filhos do casal, seja daltônica.
c) Metade dos meninos e metade das meninas, filhos do casal, sejam daltônicos.
d) Um quarto dos meninos, filhos do casal, seja daltônico.
e) Um oitavo de todos os filhos do casal, tanto meninos quanto meninas, seja daltônico.
10. (UFPR) Genes situados na porção ímpar do cromossomo X são transmitidos segundo um padrão definido como Herança Ligada ao Sexo. Considerando um gene recessivo e localizado nessa porção do cromossomo X, é correto afirmar:
I   II
0  0 – Machos afetados descendem de machos também afetados.
1  1 – Machos afetados descendem de fêmeas portadoras ou afetadas.
2  2 – Fêmeas afetadas são necessariamente descendentes de fêmeas afetadas.
3  3 – Esse gene deve se manifestar com igual frequência em machos e fêmeas.
4  4 – Esse gene deve se manifestar apenas nos machos.
11. (CEFET-PE) Um homem daltônico casa-se com uma mulher normal para essa anomalia, filha de pai daltônico. Assinale a alternativa correta sobre os possíveis filhos desse casal, sabendo-se que o daltonismo e determinado por um gene do cromossomo X (herança ligada ao sexo).
a) Todos os filhos do sexo masculino desse casal serão daltônicos.
b) Espera-se que 50% dos filhos homens e 50% das mulheres, filhas desse casal, sejam daltônicos.
c) Somente os filhos do sexo masculino desse casal poderão ser daltônicos.
d) Espera-se que todos os filhos do sexo masculino e apenas 50% das filhas sejam normais.
e) Espera-se que 50% dos filhos homens sejam daltônicos e apenas 25% das filhas apresentem a anomalia.
12. (PUC-MG) Os dois heredogramas abaixo foram montados para que os estudantes pudessem comparar dois tipos de “Herança Ligada ao Sexo”: na Família I, pode-se estudar a ocorrência de Hemofilia A (herança na qual os afetados podem apresentar episódios recorrentes de sangramento, devido a uma deficiência no Fator VIII) e, na Família II, pode-se estudar a ocorrência de Raquitismo Hipofosfatêmico (um tipo e raquitismo hereditário caracterizado por uma perda anormal de fosfato nos rins e resistente ao tratamento com vitamina D).
12
Com base na análise dos heredogramas e em seus conhecimentos sobre o assunto, é correto afirmar, exceto:
a) Para os dois caracteres estudados, não há transmissão do alelo determinante das anomalias de pai para filhos do sexo masculino.
b) No mundo, nascem mais homens afetados por Raquitismo Hipofosfatêmico do que mulheres afetadas.
c) A maioria dos indivíduos que nascem com hemofilia A é do sexo masculino.
d) O Raquitismo Hipofosfatêmico manifesta-se tanto nas mulheres homozigotas como nas heterozigotas.
13. (UFAM) Um pesquisador resolveu descobrir o tipo de herança do fenótipo plumagem barrada nos galináceos e fez os seguinte cruzamentos recíprocos:
13
Esses resultados sugerem que o fenótipo plumagem barrada tem uma herança do tipo:
a) Autossômica dominante.
b) Autossômica recessiva.
c) Ligada ao Z dominante.
d) Ligada ao Z recessiva.
e) Ligada ao W dominante.
14. (UFC) Considere o heredograma a seguir. Os símbolos escuros referem-se às pessoas com daltonismo.
14
Analisando o heredograma e sabendo-se que o daltonismo é causado por um gene recessivo ligado ao cromossomo X, podemos afirmar que:
a) Todas as filhas do cruzamento do indivíduo VII com uma mulher heterozigota, portadora do gene para o daltonismo, serão daltônicas.
b) Todas as filhas do indivíduo III com uma mulher normal, não portadora para o gene do daltonismo, portarão o gene para daltonismo.
c) Em um cruzamento do indivíduo VI com um homem normal, a probabilidade de um filho do sexo masculino ser daltônico é de 50%.
d) Os indivíduos I e VI são homozigóticos dominantes.
e) O indivíduo IV é heterozigótico.
15. (PUC-RIO) Uma característica genética recessiva presente no cromossomo Y é:
a) Poder ser herdada do pai ou da mãe pelos descendentes do sexo masculino e do feminino.
b) Só poder ser herdada a partir do pai por seus descendentes do sexo masculino.
c) Só poder ser herdada a partir do pai por seus descendentes do sexo feminino.
d) Só poder ser herdada a partir da mãe por seus descendentes do sexo masculino.
e) Só poder ser herdada a partir da mãe por seus descendentes do sexo feminino.
16. (UFPB) Ao estudar o tipo de herança genética envolvida na transmissão de uma anomalia, observou-se que a totalidade dos homens afetados por uma doença, casados com mulheres normais, teve as filhas doentes e os filhos normais. De acordo com esses dados, é correto afirmar que a herança genética é do tipo:
a)Autossômica dominante.
b)Autossômica recessiva.
c)Restrita ao sexo (ligada ao cromossomo Y).
d)Ligada ao sexo e determinada por alelo recessivo.
e)Ligada ao sexo e determinada por alelo dominante.
17. (PUC-RIO) Uma criança do sexo masculino, que acaba de nascer, tem como pai um indivíduo que apresenta hemofilia e é normal com relação ao daltonismo. Sua mãe é portadora do gen para o daltonismo, mas não para o gen da hemofilia. Quanto a essa criança, podemos afirmar que:
a) Tem 50% de chance de ser daltônica.
b) Tem 50% de chance de ser hemofílica.
c) Tem 25% de chance de ser hemofílica.
d) Tem 75% de chance de ser daltônica.
e) Não tem chance de ser daltônica.
18. (UEPG) A respeito de herança autossômica e de herança relacionada ao sexo, assinale o que for correto.
I   II
0  0 – No caso da herança ligada ao sexo, os genes estão presentes no cromossomo Y, na parte não homóloga ao cromossomo X.
1  1 – Se o caráter só afeta homens e é transmitido de pai para filho, pode-se ter certeza de que ele é restrito ao sexo. Se essa condição não se verifica, o caráter está ligado ao sexo.
2 2 – Na herança ligada ao sexo existem duas possibilidades: o gene para o caráter é dominante ou recessivo. Quando o gene é dominante, as filhas de homens afetados sempre apresentam a doença, mas os filhos não, já que herdam o cromossomo Y. Quando o gene é recessivo, os netos de homens afetados podem apresentar a doença, mas não as filhas, que são portadoras.
3 3 – Na herança autossômica, quando pais com fenótipos iguais têm um ou mais descendentes de fenótipos diferentes do deles, os fenótipos desses filhos são condicionados por genes recessivos.
4  4 – Na herança relacionada ao sexo existem duas possibilidades: ou a herança é restrita ao sexo, e o gene está no cromossomo Y, ou ela é ligada ao sexo, e o gene está no cromossomo X, na parte não homóloga.
19. (UFMG) Um casal normal para a hemofilia – doença recessiva ligada ao cromossoma X – gerou quatro crianças: duas normais e duas hemofílicas. Considerando-se essas informações e outros conhecimentos sobre o assunto, é incorreto afirmar que:
a) A mãe das crianças é heterozigótica para a hemofilia.
b) A probabilidade de esse casal ter outra criança hemofílica é de 25% .
c) As crianças do sexo feminino têm fenótipo normal.
d) O gene recessivo está presente no avô paterno das crianças.
20. A hemofilia clássica é um tipo de doença hereditária em que há um retardo no tempo de coagulação do sangue e decorre do não funcionamento de um dos fatores bioquímicos de coagulação.
I   II
0  0 – Não é possível a existência de mulheres hemofílicas.
1 1 – É condicionada por um gene que se localiza no cromossomo X, em uma região heteróloga ao Y.
2  2 – Uma mulher hemofílica (2n = 46) e, com certeza, filha de pai hemofílico.
3 3 – Entre os homens, é possível ocorrer apenas dois genótipos; por isso, há uma maior incidência dessa doença entre eles.
4  4 – Entre os descendentes de um homem hemofílico e de uma mulher normal, não portadora, espera-se que 75% deles sejam normais e 25% sejam hemofílicos.
21. (FUVEST) No heredograma abaixo, os quadrados cheios representam meninos afetados por uma doença genética. Se a doença for condicionada por um par de alelos recessivos localizados em cromossomos autossômicos, as probabilidades de o pai (A) e de a mãe (B) do menino (C) serem portadores desse alelo são, respectivamente, (I) e (II). Caso a anomalia seja condicionada por um alelo recessivo ligado ao cromossomo X, num segmento sem homologia com o cromossomo Y, as probabilidades de o pai e de a mãe serem portadores desse alelo são, respectivamente, (III) e (IV).  Assinale a alternativa que mostra as porcentagens que preenchem corretamente os espaços I, II, III e IV.
21
  I II III IV
a 50% 50% 100% 0%
b 100% 100% 100% 0%
c 100% 100% 0% 100%
d 50% 50% 0% 100%
e 100% 100% 50% 50%
22. (UPE) Um homem hemofílico casa-se com uma mulher normal, cujo pai é hemofílico. Sabendo-se que a hemofilia tem herança recessiva ligada ao cromossomo X, analise as afirmativas.
I. A mulher é portadora para a hemofilia e, consequentemente, todos os seus filhos homens serão hemofílicos.
II. Como o homem tem hemofilia, e a mulher é portadora para esse caráter, o casal terá 50% de probabilidade de gerar uma criança hemofílica, sem considerar o sexo.
III. Dentre as crianças do sexo masculino, 50% delas poderão ser hemofílicas.
IV. Dentre as crianças do sexo feminino, 50% poderão ser portadoras e 25% poderão ser hemofílicas.
Assinale a alternativa que contempla a(s) afirmativa(s) correta(s).
a) I e II.
b) II e III.
c) I e IV.
d) Apenas a I.
e) Apenas a IV.
23. (UFPEL) A hemofilia é uma doença hereditária em que há uma falha no sistema de coagulação do sangue. A hemofilia A, um dos tipos mais graves, é causada pela deficiência de um dos fatores que agem na coagulação, o fator VIII. Esse fator é uma proteína cujo gene codificador encontra-se no cromossomo X; o alelo normal (H) produz o fator VIII e condiciona fenótipo não hemofílico; o alelo mutante (h) condiciona ausência do fator VIII, sendo responsável por este tipo de hemofilia. Observe o heredograma abaixo de uma família em que ocorre a hemofilia A, considerando que os indivíduos 2 e 4 são irmãs.
23
Com base nos textos e em seus conhecimentos, analise as afirmativas.
I. As irmãs 2 e 4 apresentam, respectivamente, genótipos da figura 2 e a consanguinidade, através da união entre primos irmãos (indivíduos 5 e 6), condicionou a manifestação do alelo deletério h para hemofilia nos descendentes.
II. O indivíduo 7 é hemofílico, pois herdou o alelo recessivo para ausência do fator VIII de sua mãe, e o indivíduo 8 pode ou não ser portador deste alelo recessivo.
III. Dos primos que se casaram, somente o indivíduo 6 é portador do alelo recessivo que causa a hemofilia, enquanto que o indivíduo 5 não apresenta este alelo, pois herdou da mãe o alelo normal (H).
IV. Se o indivíduo 7 tiver filhos com uma mulher que tenha o mesmo genótipo para hemofilia de sua avó materna, a probabilidade de terem filhos hemofílicos é de 50% e de terem filhas hemofílicas é de 0%.
Estão corretas apenas as afirmativas:
a) I e IV.
b) III e IV.
c) II e III.
d) I e II.
e) I e III.
24. (UFPI) A cegueira da cor verde na espécie humana é uma característica recessiva ligada ao sexo. Em uma família, a filha possui visão normal, enquanto o filho não enxerga a cor verde. É correto afirmar que:
a) A mãe obrigatoriamente apresenta a cegueira da cor verde.
b) O pai é heterozigoto para a cegueira da cor verde.
c) O pai é homozigoto para a cegueira da cor verde.
d) A mãe é pelo menos heterozigota para a cegueira da cor verde.
e) O pai obrigatoriamente apresenta a cegueira da cor verde.
25. (FATEC) Na espécie humana, a determinação cromossômica do sexo é dada pelos cromossomos X e Y. O cromossomo Y apresenta genes holândricos, isto é, genes que não possuem homologia com o cromossomo X. As características condicionadas por tais genes são:
a) Transmitidas da mãe para 100% das filhas.
b) Transmitidas do pai para 100% dos filhos homens.
c) Transmitidas do pai só para as filhas.
d) Transmitidas do pai para os filhos homens e filhas em 100% dos casos.
e) Exclusivas das mulheres.
26. (UNIFOR) Em determinada espécie de ave, o gene A condiciona plumagem negra, enquanto que seu alelo A1 condiciona plumagem amarela. Aves heterozigóticas para esse caráter apresentam plumagem cinzenta. Sabendo-se que esse caráter é ligado ao sexo e que nas aves o sexo heterogamético é o feminino, espera-se que o cruzamento entre um macho amarelo e uma fêmea negra produza na descendência:
a) Somente machos negros.
b) Somente fêmeas amarelas.
c) Somente machos cinzentos.
d) 100% dos machos cinzentos e 100% das fêmeas amarelas.
e) 100% dos machos negros e 100% das fêmeas amarelas.
27. (UFOP)Um gene recessivo, localizado no cromossomo X, será transmitido pelas mulheres heterozigotas:
a) Somente às filhas.
b) A todos os seus filhos, de ambos os sexos.
c) A metade de seus filhos, de ambos os sexos.
d) A um quarto dos seus filhos, de ambos os sexos.
e) Somente aos filhos do sexo masculino.
28. (UFSC) A hemofilia é uma doença hereditária em que há um retardo no tempo de coagulação do sangue, e decorre do não funcionamento de um dos fatores bioquímicos de coagulação. Com relação a essa doença, assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as proposições adiante.
I   II
0  0 – Não é possível a existência de mulheres hemofílicas.
1  1 – É condicionada por um gene que se localiza no cromossomo X, em uma região sem homologia no cromossomo Y.
2  2 – Entre as mulheres, é possível encontrar um máximo de três fenótipos e dois genótipos.
3 3 – Entre os homens, é possível ocorrer apenas um genótipo; por isso, há uma maior incidência dessa doença entre eles.
4  4 – Entre os descendentes de um homem hemofílico e de uma mulher normal, não portadora, espera-se que 50% deles sejam normais e 50% sejam hemofílicos.
29. (PUC-SP) João é daltônico e casado com Lúcia, cuja visão é normal para as cores. O casal tem dois filhos gêmeos, Paulo e Ricardo, ambos daltônicos. Como o daltonismo se deve a um gene recessivo (d) ligado ao sexo, é correto afirmar que os gêmeos Paulo e Ricardo:
a) São univitelinos e receberam o gene d de Lúcia.
b) São univitelinos e receberam o gene d de João.
c) Podem ou não ser univitelinos e receberam o gene d de Lúcia.
d) Podem ou não ser univitelinos e receberam o gene d de João.
e) São univitelinos e podem ter recebido o gene d de João ou de Lúcia.
30. (FUVEST) Em um indivíduo daltônico, do sexo masculino, o gene para o daltonismo encontra-se.
a) Em todas as células somáticas.
b) Em todas as células gaméticas.
c) Apenas nas células do globo ocular.
d) Apenas nas células mãe dos gametas.
e) Apenas nos gametas com cromossomo Y.

GABARITO

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10
E C B B C A B C B FVFFF
11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
B B C C B D A FVVVV D FVVVF
21 22 23 24 25 26 27 28 29 30
C B C D B D C FVFFF C A

Follow by Email

Total de visualizações de página

 
Desenvolvido por Othon Fagundes